Menu

Confira o fone de ouvido do futuro

Com o nome de Nanoscopic Electrostatic Drive (NED), o projeto visa a utilizar novos chips de produção de som para tentar melhorar a autonomia da bateria e torná-la menos dependente de carregadores.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
imagem: Divulgação\Anker
Ouvir matéria

Uma startup alemã chamada Arioso Systems acredita que pode fazer um fone de ouvido ainda menor, mais discreto e eficiente ao eliminar os ímãs e a membrana móvel. Com o nome de Nanoscopic Electrostatic Drive (NED), o projeto visa a utilizar novos chips de produção de som para tentar melhorar a autonomia da bateria e torná-la menos dependente de carregadores.

Por mais de 150 anos, as caixa de som precisaram de um ímã vibrando uma fina membrana para que nossos ouvidos pudessem captar o som da música. A Arioso Systems, no entanto, garante que o seu micro alto-falante feito de silício pode gerar som em uma escala menor, mas o suficiente para uso recreativo.

imagem: Divulgação/Arioso Systems

Como o ouvido humano ainda precisa da vibração para “entender” o som, o NED é formado por vários feixes finos, com 20 micrômetros de comprimento cada um, que podem se curvar quando uma tensão é aplicada neles. Nesse momento, as diversas aberturas do chip, presentes nas duas pontas do componente, permitem que o ar empurrado por este movimento chegue até o ouvido do usuário. O novo design proposto pela startup visa a criar modelos de fone de ouvido sem fio quase imperceptíveis quando colocados no ouvido.

Os inventores da Arioso Systems também asseguram que um fone de ouvido como esse, feito inteiramente de silício, poderia facilitar a ampliar a produção em massa, usando os métodos atuais conhecidos.

Por outro lado, eles ignoram a crise dos chips, um colapso mundial na produção de semicondutores ocasionado, entre outros fatores, pela alta demanda pós-pandemia desse tipo de peça, para a produção de notebooks e outros dispositivos para uso doméstico. O fenômeno atrasou a produção de celulares, placas de vídeo, câmeras, consoles de jogos e até carros. Assim, não é possível crer que um produto como esse esteja próximo de ser lançado.

Fonte: techmundo

Ver mais

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.